domingo, 11 de julho de 2010

No pátio do Senhor, não!


Há cerca de um mês, através de um grupo do facebook, foi denunciada uma situação que me pareceu surreal, pois ultrapassava de longe tudo o que eu pudesse imaginar no que respeita a maldades do homem para com os animais. Não é de agora que se ouve falar de atrocidades envolvendo animais que até fazem benzer um ateu! Mas isto, até eu que para acabar com o problema da pedofilia por parte dos padres contribuiria de bom grado com uns galões de gasolina, fiquei de cabelos em pé!
Relatava-se que no Santuário de Fátima, animais abandonados, mais especificamente cães, eram agredidos, colocados à fome e à sede dentro de uma caixa com pernas golpeadas e partidas, durante dias até que alguém do canil os viesse buscar. Pareceu-me demasiado, não deixando porém de, com alguma cautela, divulgar a situação, até porque havia fotos que comprovavam.
Para meu espanto e profunda tristeza, é completamente verdade. A SIC transmitiu hoje uma reportagem em que confirmam todas as acusações.
A Reitoria do Santuário é conhecedora dos acontecimentos que já começaram há alguns anos, e quando contactada pela Estação televisiva, recusou-se a comentar. How fucking convenient!!!

E depois as pessoas perguntam-me porque não acredito em religião.... Só tenho uma coisinha para lhes dizer:
- Tirem a merda da cera dos ouvidos e a remela da frente dos olhos! Tirem o cu do sofá e comecem a fazer as perguntas que se recusam a fazer por ser mais confortável não saber a verdade! É bom viver na ignorância, é cómodo, não dá trabalho nem preocupações, ninguém vos olha de lado e estais plenamente integrados. E a merda a que chamais de vida? Essa corre serena!
Sois capazes de espetar com 10 euros numa caixa cheia de dinheiro para sustentar os vícios de padres mais podres que maças Espanholas, no entanto, não dais 1 cêntimo a um desgraçado que está na escada da Igreja, que veio de Leste a achar que vinha para um grande país onde teria uma oportunidade e afinal veio cair bem no cu da Europa...

A religião devia lutar pela união de povos, de raças, de credos, patrocinar o bem, a harmonia e o amor. A igualdade devia ser um principio basilar. No entanto, todos são bem-vindos na casa do Senhor, excepto:
- Putas porque o sexo é só para procriar e depois do casamento;
- Drogados porque... são drogados e isso torna-os repugnantes;
- Ateus porque são almas perdidas;
- Pedintes, por favor, concorrência não!
- Ex-presidiários, porque já pecaram e apesar de terem pago a sua dívida à sociedade, é melhor não confiar nessa gente;
- Animais porque largam pêlo e a igreja já foi varrida;
- Indigentes porque cheiram mal;
- Homossexuais? Fod@-se, esses é que não!!!

Alguém contraponha por favor, porque sinceramente... Eu já perdi a fé!


A reportagem começa ao minuto 30:10.
http://videos.sapo.pt/leHPWGjo9zpMrW6645la

4 comentários:

Sofia disse...

É gritante mas é verdade... e prova disso mesmo nem é preciso ir a Fátima, basta vir à igreja nova de Gueifães e ver a fabulosa placa no portão a dizer "PROÍBIDA A ENTRADA A ANIMAIS" e não satisfeitos com isso ainda colocaram o sinal com o simbolo, porque assim até os analfabetos percebem! Já me apeteceu entrar e perguntar ao padre, mas afinal de que animais estão vocês a falar, mas como herege que sou, recuso-me a entrar em solo sagrado! Mas a questão mantém-se a pairar no ar, fonix os animais não são bem vindos na porcaria da igreja, certo? Então porque carga de agua o desgraçado do Noé se fartou de trabalhar e construir a bendita arca! Ah e já para não falar que nessa dita arca só se safaram animais.... o humano não entrava! Seria porque o Noé tinha no casco: PROIBIDA ENTRADA A HUMANOS!?

Sofia disse...

ahhh e esqueceste-te dos muçulmanos!

Anónimo disse...

Onde é que viram ou leram que essas pessoas na lista não possam entrar nas igrejas? Normalmente não querem, o que é diferente, e é por isso que aparecem todos os preconceitos contra a religião. Por acaso viram algum porteiro a proibir pessoas de lá entrar? Animais é um pouco diferente, porque o culto é dirigido a pessoas, logicamente, não a seres que não têm capacidade de perceber (embora eu já tenha visto cães a dormir dentro de igrejas em hora de missa. E quem é que diz que vão "patrocinar vícios de padres"? Quanto padres conhecem para falar nos seus "vícios"? Desconhecem a extensão da obra social da Igreja, maior do qualquer outra? Agora, as religiões no Mundo são diferentes entre si, têm diversas bases teológicas e filosóficas.

Rafeiro Jay disse...

Caro/a anónimo/a,
Já ji demasiados casos de incoerências religiosas para ter kkr dúvida acerca do que escrevi há um ano atrás. Padres podres e a viver de opulência enquanto a suposta ajuda a quem realmente precisa nunca chega. São homens e mulheres que nada tem a ver com religião que diariamente se mobilizam usando dos seus próprios meios e correm as ruas durante a noite a meio com o frio e a chuva a levar uma sopa quente a quem precisa enquanto esses fétidos relaxam em casa vivendo no luxo a que deviam renegar.
De acordo com esse seu conhecimento como explica a riqueza que todos os dias é ostentada no Vaticano, enquanto crianças morrem em África? E como explica que o "Santo" Padre tenha sido um nazi do exercito Alemão e que como Bispo tenha encoberto um padre pedófilo durante 20 anos sem que nada tenha acontecido? Como explica o que acontece em Fátima? Que dezenas de cães são varridos das ruas aquando das comemorações de Maio conforme já foi documentado pela SIC? Como explica todos os padres que foram descobertos enquanto pedófilos?
É-lhe estranho o desprezo de que falo a determinadas classes? Eu já o vi. Essa religião que tanto defende não passa de uma reles versão do que devia ser na verdade. Uma versão alterada em beneficio de alguns, que em nada é melhor do que qualquer IURD ou qualquer outra farsa ou fraude, como lhe queiramos chamar!