terça-feira, 26 de abril de 2011

Porta-chaves precisa-se!


- Quais são as probabilidades de ir passear na praia de Matosinhos?
Grandes. Vivo perto.
- Quais são as probabilidades de nesse mesmo passeio perder a chave do carro?
Medianas. Considerando que me acontece muitas vezes.
- Quais são as probabilidades de um surfista a encontrar?
Pequenas. É preciso que ande de olhos bem abertos.
- Quais são as probabilidades de esse mesmo surfista roubar o porta-chaves e deixar a chave no areal?
Ridiculamente pequenas. Requer muita lata por parte do magano.
- Quais são as probabilidades de eu a encontrar a seguir já meio coberta pela areia?
Praticamente inexistentes dada a extensão do areal. 115.000mou seja, 95833333 vezes maior que a minha chave.
 Mas a realidade é que encontrei!

Grave, grave é que enquanto um surfistinha ranhoso se pavoneia por aí com o meu porta-chaves da "Dainese", eu voltei à velha condição de "Rei da estrada 69"...


Como se não bastasse ainda roubaram a minha broínha de mel...

5 comentários:

Diana Monteiro disse...

eheheh...mas se eu tenho um porta chaves da "Dainese" para quê preciso de um Note???
Ah...essa do rei da estrada...vou-te contar...tá demais...;)))))

Jay - O SRD disse...

Olha, olha... Se não é a fófinha da broínha de mel...

Sofia disse...

Surreal a história, mas 100% veridica!!!! Eu estava lá e vi....e o jeko então, desgraçado, já tremia qual gelatina, de frio à espera da boleia!

Diana Monteiro disse...

ahahahah...sem culpas...então??? a cavalo dado não se olha o dente...lol...rói-te aí de inveja...
Tá visto, o sábado não foi dia de rafeiros ou será que foi??? Hummmmmmmmmm....

Jay - O SRD disse...

Então não foi?
Perdi a chave do rafeiro-mobile
Roubaram-me o porta-chaves, passei a usar um porta-chaves rafeiro.
Roubaram a minha broínha, atitude rafeira.
O Batô estava rafeiro.
A viagem de volta a casa tinha uma motorista rafeira que não sabia o caminho:)

A única coisa de nível no Sábado foi mesmo o grande "Casquilho"!